domingo, 4 de janeiro de 2015

Inspiração

Inspiração. Palavra? Gesto profundo e musical de inspira, expira, respira. Sono abençoado, interrompido por um semi-grito ainda bebê: mamãe. Faz pouco aprendeu a falar... voz grave ainda que pueril... Aqui bem ao lado dorme e me faz renascer constantemente...

Se por um verso ou mais durará essa inspiração pouco importa... Sei que andava perdida e só fez sentido para eu tentar lhe explicar da vida a meu ver, antes, logo e sem que seja numa folha de papel que vá sumir...

Namastê meu bem-querer, pessoa incrível com quem tenho tido o prazer de partilhar meus dias e que fez parte de meu corpo, onde descobri desde sempre o quanto és forte e voluntarioso!...

Puta que pariu, pari! Saiu de mim e não sou eu, não é meu, é inacreditável... É só seu! Tem jeito e falas próprias, tão novo e cheio de vontades próprias, de já ser e estar... Como calar se o milagre da vida ocorre cotidianamente... Já é gente e sabe amar, abraça apertado, dá bejinho mamãe... Meu deus, já se indigna da ausência de fotos do auau no perfil da mamãe: 'mamãe, põe fo Iaia, põe fo Iaia...". Inclusive , até nome já dá, Iaia, sua primeira nominação!

Inspiração. De olhos fechados ao lado, inspira, respira, suspira, me inspira, nana gostoso depois de ser furacão.

Nenhum comentário: