segunda-feira, 5 de julho de 2010

Papo de buteco...

Madrugada a dentro e os pensamentos não param...

E por hora a fora, escola a dentro relembro (retomo?...) minhas paixões adolecentes por outros olhos...

Olhos de outros? Não. Outros olhos. Meus mesmo, mas outros. Outros como sou outra...

Até porque, outrora não me imaginava assim...

E penso quando é que esquecemos de ser tão apaixonados, tão ricos, tão enérgicos, quando é que deixamos de viver com tanta energia, dia-a-dia, carpe diem...

É de tanto nos lembrarem, como eu os lembro, que na vida é preciso se pensar o amanhã...

Ainda assim tenho dentro de mim que pensar sim no amnhã é preciso, mas insisto em sentir tempo presente...

E no mais não estou ausente de mim, do lugar de aprender, escolar-se, descolar-se, conhecer, sentir, amar, conviver, viver...

Aprender. É por isso que ensino, pelo tanto que aprendo, me surpreendo, me sinto viva!...

E como se aprende na mesa do bar, só se pensa no amanhã na hora da ressaca!!!...

Então, não aprendo e nem ensino pro futuro, é pra agora, pra todo agora em que se sente que faz sentido o viver...

Eu gosto mesmo é das rodas da vida!...

2 comentários:

Pó de Estrelas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pó de Estrelas disse...

Adorei seu texto de retorno!
Boas reflexões, pirações de muitos de nós, não?